Forma Prática de Luta

by Anti-Corpos

/
  •  

1.
2.
3.
01:58
4.
01:49
5.
00:59
6.
00:56
7.
8.
02:06

about

EP 7'' released by Emancypunx Records, No God No Masters Records - 2015

credits

released July 10, 2015

Gravado e Mixado por Diego Rocha em Bay Área Estúdio - São Paulo - Abril 2015
Todas as músicas por Anti-Corpos

tags

license

all rights reserved

feeds

feeds for this album, this artist

about

Anti-Corpos São Paulo, Brazil

Anti-Corpos é uma banda lésbica feminista de hardcore.
members: Rebeca Domiciano:voz, Adriessa Oliveira: guitarra, Helena Krausz: bateria, Pomba, baixo.

contact / help

Contact Anti-Corpos

Streaming and
Download help

Track Name: Polícia Genocida
POLÍCIA GENOCIDA
Defensor da propriedade privada, prestador de serviço à desigualdade e à miséria!
Ordem coerciva. Obediência pacífica.
Suas bombas porradas e sprays não me botam terror. Não há o que temer se não há o que perder.
Mão direita sobre a farda pra dizer que matou.
Somos produtos desse sistema que se auto-destrói, sem amor só dor.
Discursos e comportamentos de ódio fizeram-me aprender a atirar. Já conheço o medo e sei me defender, é melhor que você saiba também.

GENOCIDAL POLICE
Defending the private property, rendering service to the inequality!
Coercive order. Passive obedience.
Your bombs and tear gas don't scare me. There is nothing to fear if there is nothing to loose.
Right hand over the uniform to say that they killed.
We are products of this system that destroys itself, without love, just pain.
Both hate speech and hateful actions made me learn how to shoot. I know fear and I can defend myself, you should know that too.
Track Name: Não Passarão
NÃO PASSARÃO!
Reação! Reação! Reação! Reação!
Nenhuma violência sem resposta!
Não passarão!

THEY SHALL NOT PASS!
Reaction! Reaction! Reaction! Reaction!
No violence without response!
They shall not pass!
Track Name: Desabafo
DESABAFO
Aquele aroma puro de menina pura que eu sempre ouvi falar, nunca senti e em mim nunca existiu.
Sempre cherei à tanta raiva, sempre chorei de tanta raiva.
Toda força que precisava e procurava eu encontrei aqui quando vi mulheres se unindo contra aquilo que estava contra mim e contra aquilo que estava contra elas também.
Saí de casa, já não sou criança, olhe bem pra mim.
Você não pode dizer por mim. Você não pode me prender.
Saí de casa, já não sou criança, olhe bem pra mim.
Não sou daqui, preciso sair!
Não sou daqui, preciso sair!
Não sou daqui, preciso sair!
Não sou daqui, preciso sair!


AN OUTBURST / GETTING IT OFF MY CHEST
The pure aroma of the pure girl that I have always heard of, I never felt it and it never existed in me
I always smelled like anger, I always cried enraged.
All the strength I needed and was looking for I found when I saw women getting together against something, that which was oppressing me and oppressing them too.
I left my home, I am no longer a child, take a good look at myself.
You can't speak for me, you can't trap me.
I left my home, I am no longer a child, take a good look at me.
I am not from here, I need to leave!
I am not from here, I need to leave!
I am not from here, I need to leave!
I am not from here, I need to leave!
Track Name: Cinza
CINZA
Em meio ao tudo, cinza, efêmero, nada, excede a fúria do ritmo(,) do próximo.
Pausa, avanço, passo pra trás, outra vez em trajetos rumo ao mesmo.
No buraco que nos resta falta a falta, emerge dele urros e rabiscos que expressam nosso DESespero.
Mas hoje é dia de luta e um a um seguem-se destemidos sem dar tempo pra respirar.
Mas hoje é dia de luta!
Ainda assim resistimos aqui!
Ainda assim resistimos aqui!
Ainda sim, resistimos aqui!
Ainda sim, resistimos aqui!


GREY
Among everything, grey, ephemeral, nothing, exceeding the furious rhythm(,) of the other.
Break, move forward, step back, once again en route toward the same.
In the hole left over it lacks the lack of, from the hole emerges roars and scrawls that express our despair /waiting.
But today is a day of struggle and one by one they move on, fearless with no time to breathe.
But today is a day of struggle!
We resist here this way!
We resist here this way!
Yes we still resist here!
Yes we still resist here
Track Name: Anti-Corpos
ANTI-CORPOS
A expressão mais visceral e sincera disso que somos
Âncora que nos mantém firmes e sóbrias
Constante troca, real e profunda
Motor que traciona para frente
Forma prática de luta!
Antes e acima do simples tocar, ampliar capacidades que individualmente possuímos
Do encontro entre todo amor e revolta contidos em nós surge este ruído capaz de fortalecer, encorajar ou te ensurdecer e destruir.

ANTI-CORPOS
The most visceral and sincere expression of what we are
Anchor that keeps us steady and sober
A constant exchange, real and profound
an engine that pulls forward
A practical form of struggle!
Before and beyond just playing, we amplify our individual capacities
From the encounter of all the love and revolt we have inside comes this noise that can strengthen, encourage or deafen and destroy you.
Track Name: Aos Machos
AOS MACHOS
Quantas oprimidas mais serão condenadas por responder à tal da violência
invisível e vezes silenciosa? Não, eu sei que você não é legal. E a mim você não engana.
Não quero, não preciso do seu aval.
Se coloque no seu lugar, não tome a frente de lutas que não são suas.
Já basta de tornar lutas ferramentas de auto-promoção compulsivamente
É desagradável enxergar desta posição privilegiada, tudo é muito confortável e seu olhar não alcança o chão.
Invertendo valores, distorcendo discursos.
Só se joga baixo quando o argumento não é forte o suficiente.
Não, eu sei que você não é legal. E a mim você não engana.


TO THE MACHOS
How many more oppressed will be condemned for responding to this invisible and sometimes silent violence? No, I know you are not cool and you can't trick me.
I don't want and don't need your approval.
Go back to your place, stop the appropriation of struggles that are not yours.
Enough of compulsively using the tools of our struggle for your own self promotion.
It must be very unpleasant to look from this privileged position, everything is so comfortable but your sight can't reach the ground.
Inverting values, distorting speeches.
One is a jerk when the arguments aren't strong enough.
No, I know you are not nice and you can't fool me.
Track Name: Abuso: Um fenômeno Patriarchal
ABUSO: UM FENÔMENO PATRIARCAL
Seus amigos vão dizer, você não seria capaz
Que se arrepende, que está mudado
Mas você foi denunciado
Que tal se responsabilizar e não se vitimizar?
Não tente se justificar
Não tente virar o jogo
Aceite, reveja, entenda!
É importante reconhecermos abusos diretos e indiretos, sofridos e cometidos
para que deixemos de aceitar ou reproduzi-los antes que seja tarde demais
Sua dor em enxergar que agrediu a quem ama e cuidou, não é maior que a da vítima ao ver que sofreu violências ao lado de quem já confiou.
Pensa, Muda, Respeita!


ABUSE: A PATRIARCHAL PHENOMENON
Your friends would say, this person couldn't do such a thing
that you regret, that you changed.
But you were publicly exposed.
How about holding yourself accountable instead of playing the victim?
Don't try to justify yourself.
Don't try to change the game.
Accept, reflect, understand!
It is important to recognize direct or indirect abuses, suffered or committed,
So we no longer accept or reproduce them before it is too late.
Your pain in acknowledging you assaulted someone you love and cared for is not bigger than the pain of the victim who trusted someone and suffered from your violence.
Reflect, change, respect!
Track Name: Intro Final
INTRO FINAL
Início e fim não delimitam histórias mas sim carregam juntos trechos da contínua vivência na qual estamos inseridas. Ciclos necessitam, ora ou outra, serem fechados para novos serem iniciados, e estes por sua vez moverem tudo o que não deve permanecer estagnado.
Quando se olha para trás e consegue-se ver uma trajetória repleta de aprendizado, dedicação, força, amor, cuidado e gratidão; pode-se dizer que foi bela, rica e na verdade imprescindível, pois contribuiu para o crescimento individual e coletivo de tudo que ainda está por vir e veio. É isso que sentimos em relação a Anti-Corpos, é o que tentamos plantar todos os dias e é o que desejamos às próximas.
Ao mesmo tempo em que essa banda é composta por cada parte de nós, com certeza ela também nos faz ser quem somos, e enquanto estivermos aqui vai haver anti-corpos.


INTRO FINAL
Beginnings and ends do not limit histories, but carry along pieces of the continuous experiences we have. At some point cycles need to be closed so they can begin anew and in turn move everything around it, that shouldn't stay stagnant.
Whenever you can look back and see a history full of learning, dedication, strength, love, care and thankfulness you can say it is beautiful, rich but actually vital, for it contributed for the individual and collective growth of everything that is still yet to come and happened already.
That is how we feel about Anti-Corpos, that is what we try to plant every day and it is what we wish for each and everybody.
At the same time the band is composed of each piece of us, it definitely also makes us be who we are and as long as we are here, there will be Anti-Corpos.